Parques  Nacionais

  Abrolhos
  Amazônia - PA/AM
  Aparados da Serra
  Araguaia - GO
  Brasília - DF
  Cabo Orange - AP
  Chapada Diamantina
  Chapada dos Guimarães
  Chapada dos Veadeiros
  Emas - GO
  Fernando de Noronha
  Grande Sertão Veredas
  Iguaçu
  Ilha Grande
  Itatiaia - RJ/MG
  Jaú - AM
  Lagoa do Peixe - RS
  Monte Pascoal
  Monte Roraima - RR
  Pacaás Novos - RO
  Pantanal M.
  Pico da Neblina - AM
  São Joaquim - SC
  Serra da Bocaina
  Serra da Canastra - MG
  Serra da Capivara - PI
  Serra do Caparaó
  Serra do Cipó - MG
  Serra do Divisor - AC
  Serra do Superaqui - PR
  Serra dos Órgãos - RJ
  Sete Cidades - PI
  Tijuca - RJ
  Ubajara - CE



 

LENÇÓIS  MARANHENSES

O país da Floresta Amazônica, do extenso e belo litoral, da grande rede hidrográfica, também possui um deserto. Um deserto mágico de areia branca e lagoas coloridas com peixes. O responsável por essa paisagem diferente? A chuva. Suas águas ficam represadas entre as dunas, mas ninguém sabe explicar como as lagoas sobrevivem ao período de seca. A população também sobrevive a duras penas onde a civilização está a quilômetros de distância. Mesmo a areia finíssima, as dunas e os ventos fortes não conseguem impedir a visita de pesquisadores e aventureiros que se espantam diante da maravilha dos Lençóis Maranhenses.

Para preservar o único deserto brasileiro, constituído por um ecossistema exótico foi criado em 1981 o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses. Seus 155.000 hectares abrigam dunas e mais dunas que avançam para o interior, oásis de lagoas coloridas e um povo nômade, cuja vida é regida pelo regime das chuvas e das areias.

LOCALIZAÇÃO
O Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses localiza-se no litoral sul do Maranhão, pertencendo aos municípios de Barreirinhas e Primeira Cruz.
Para chegar até lá, a partir de São Luís, pegue a BR-135 e BR-222 em direção a Barreirinhas, cidade mais próxima do parque. A viagem dura aproximadamente 9 horas e os 160km finais são de terra. Existe uma linha regular de ônibus que faz este percurso. Outra opção é pegar um táxi-aéreo do Aeroporto Cunha Machado, em São Luís, com destino a Barreirinhas. Deste ponto, há barcos que vão até o parque pelo Rio Preguiças ou veículos com tração nas quatro rodas.
Endereço para contato: Rua Anacleto de Carvalho, s/n, Barreirinhas - MA
CEP 65590-000 tel: (98) 222-7288

CLIMA
O clima da região é tropical, com temperatura média anual de 26°C. A estação seca vai de dezembro a agosto. Um bom período para visitas é de dezembro a julho, quando as lagoas estão mais cheias. Na época das chuvas a população local vai para o mar pescar.

ASPECTOS NATURAIS
A paisagem é dominada por dunas de areias de quartzo bem finas. As dunas, que chegam a atingir 20m de altura, cobrem 50km da costa maranhense. O vaivém das areias não se deve só ao vento. Os rios Preguiça e Parnaíba carregam-nas até o mar e este as devolve ao litoral. Espelhadas por este cenário desértico estão incríveis lagoas coloridas que dão vida ao local. Seus peixes atraem aves marinhas e ao seu redor cresce vegetação.

Nas bordas do parque existem extensos manguezais, caracterizados pelo mangue-vermelho, mangue-branco e mangue-siriúba. Próximo ao mar, crescem o capim-de-areia, o alecrim-da-praia, a pimenteira e o carrapicho-da-praia. Representando a restiga, há a erva-de-cascavel, a orquídea da restinga e o cipó-de-leite, entre outros.
As praias desertas são procuradas por tartarugas marinhas e caranguejos. Nos manguezais encontram-se o jacaré-tingá, a paca e o veado-mateiro. Além destes, aves migratórias, como o maçarico-rasteirinho, as marrecas-de-asa-azul e o trinta-réis-boreal fazem do parque um ponto de descanso.

ATRAÇÕES
Para conhecer bem o parque, o ideal é caminhar pelas dunas. Para tanto, um guia experiente é indispensável. No meio da imensidão branca surgem lagoas coloridas que refrescam quem se aventura a enfrentar as areias. Sobrevoar a região dá uma noção exata de sua beleza. Além disso, o parque oferece 70km de praias desertas.
Um passeio interessante é pelo Rio Preguiça, cercado de vegetação nativa.

INFRA-ESTRUTURA
O parque não possui infra-estrutura nenhuma. Barreirinhas, a 4 horas de barco pelo Rio Preguiças, oferece hotéis, restaurantes, artesanato de palha e serviço de apoio ao visitante. Na Barra do Rio Preguiças, o Vilarejo de Caburé possui pousadas e restaurantes.

 

www.amadeusturismo.com.br     -     Todos os direitos reservados