Parques  Nacionais

  Abrolhos
  Amazônia - PA/AM
  Aparados da Serra
  Araguaia - GO
  Brasília - DF
  Cabo Orange - AP
  Chapada Diamantina
  Chapada dos Guimarães
  Chapada dos Veadeiros
  Emas - GO
  Fernando de Noronha
  Grande Sertão Veredas
  Iguaçu
  Ilha Grande
  Itatiaia - RJ/MG
  Lagoa do Peixe - RS
  Lençóis Maranhenses
  Monte Pascoal
  Monte Roraima - RR
  Pacaás Novos - RO
  Pantanal M.
  Pico da Neblina - AM
  São Joaquim - SC
  Serra da Bocaina
  Serra da Canastra - MG
  Serra da Capivara - PI
  Serra do Caparaó
  Serra do Cipó - MG
  Serra do Divisor - AC
  Serra do Superaqui - PR
  Serra dos Órgãos - RJ
  Sete Cidades - PI
  Tijuca - RJ
  Ubajara - CE



 

JAÚ

Parque Nacional do Jaú (AM)

Uma região com trechos em que homem nenhum pisou, nem mesmo índios, está no coração da floresta que mais chama a atenção do mundo, a Floresta Amazônica. Certamente ela reserva muitas surpresas, que pesquisadores e cientistas já estão tentando descobrir. Espécies raras de animais e plantas e fenômenos desconhecidos não são os únicos interesses desses cientistas. A sabedoria cabocla colabora com a ciência, pois é o melhor instrumento para se penetrar nesta fascinante região.

Com 2.272.000 hectares o Parque Nacional do Jaú é o maior parque nacional brasileiro e a maior área florestal tropical contínua do mundo. Criado em 1980, ficou por muito tempo no papel, protegido apenas pelo acesso difícil. A partir de 1.993 a Fundação Vitória-Régia, uma organização não-governamental, iniciou uma série de pesquisas na região.

LOCALIZAÇÃO
O Parque Nacional do Jaú está localizado na região norte do Amazonas, entre os municípios de Novo Airão e Barcelos, próximo ao Rio Negro.
Para chegar até lá, é preciso pegar um barco em Manaus e viajar cerca de 18 horas pelo Rio Negro em barcos regionais ou 6 horas em lancha, até Novo Airão. Daí, pega-se outro barco para seguir pelo Rio Jaú até a área do parque, que abre diariamente das 7h às 18h. Para visitá-lo é preciso pagar 3 reais de ingresso
Endereço para contato: Rua Ministro João Gonçalves de Sousa, s/n, Manaus - AM
CEP 69075-830 tel: (92) 237.5177

CLIMA
O clima é típico de florestas tropicais, constantemente úmido. O período mais chuvoso e, portanto, menos indicado para visitas, vai de dezembro a abril.

ASPECTOS NATURAIS
Cortado pelo Rio Jaú e protegendo a maior bacia de águas pretas do mundo, a do Rio Negro, o Parque Nacional do Jaú está localizado no Planalto Rebaixado da Amazônia Ocidental. De relevo diversificado, abrange colinas, igapós, igarapés, planícies, áreas inundáveis e matas de terra firme.
Em sua biodiversidade tropical riquíssima existem sete tipos de vegetação amazônica. Nas áreas inundáveis das margens dos rios estão espécies como o açaizeiro e a palmeira, também encontrada nas áreas aluviais, ocasionalmente inundadas. Os terrenos de maior altitude abrigam os aburtos: amapá-doce, jarana e mangarana. Castanheiras-do-pará, maçarandubas, angelins-rajados e sucupiras são só algumas das espécies presentes na área de floresta tropical mais densa.
O parque possui 60% das espécies de peixes catalogados na Bacia do Rio Negro, destacando-se o tucunaré, o tambaqui e o pirarucu. Mais da metade das espécies de répteis típicas da região é encontrada ali. As grandiosidades do Jaú não param por aí: abriga a maior variedade de aves da Amazônia Central e diversas espécies de mamíferos como a suçuarana, o gato-do-mato, a jaguatirica, a onça-pintada, além do peixe-boi, a ariranha e o misterioso boto.

ATRAÇÕES
Além da observação das ricas fauna e flora, pode-se visitar as diversas cachoeiras isoladas, como a do Miratucu, e as praias formadas nas margens do Rio Jaú. Entre as bacias dos rios Negro e Japurá encontra-se o maior lago amazônico, o Amanã, com 45 km de extensão e 3km de largura.
Dentro do parque existem cerca de 160 famílias de caboclos ribeirinhos, vivendo da pesca, da roça de mandioca e da coleta de frutas e cipó. O principal vilarejo é Seringalzinho, onde está a única escola do Rio Jaú. Morando ali há muitas gerações, eles são profundos conhecedores da região e os melhores guias.
Próximo ao parque, em Manaus, existem vários atrativos históricos e culturais para serem visitados.

INFRA-ESTRUTURA
Devido às diversas pesquisas feitas nos últimos anos, o Parque Nacional do Jaú possui Centro de Visitantes, alojamento para pesquisadores e atracadouro de barcos. Para quem deseja mais conforto, há a opção de ficar em Manaus, que possui uma excelente infra-estrutura e fica a apenas 6 horas de lancha do parque.

Contatos
Tel.: (92) 237-5177
Rua Min. João Gonçalves de Souza, s/n, Manaus - AM
CEP 69075-830

 

www.amadeusturismo.com.br     -     Todos os direitos reservados