Parques  Nacionais

  Abrolhos
  Amazônia - PA/AM
  Aparados da Serra
  Araguaia - GO
  Brasília - DF
  Cabo Orange - AP
  Chapada Diamantina
  Chapada dos Guimarães
  Chapada dos Veadeiros
  Emas - GO
  Fernando de Noronha
  Grande Sertão Veredas
  Iguaçu
  Itatiaia - RJ/MG
  Jaú - AM
  Lagoa do Peixe - RS
  Lençóis Maranhenses
  Monte Pascoal
  Monte Roraima - RR
  Pacaás Novos - RO
  Pantanal M.
  Pico da Neblina - AM
  São Joaquim - SC
  Serra da Bocaina
  Serra da Canastra - MG
  Serra da Capivara - PI
  Serra do Caparaó
  Serra do Cipó - MG
  Serra do Divisor - AC
  Serra do Superaqui - PR
  Serra dos Órgãos - RJ
  Sete Cidades - PI
  Tijuca - RJ
  Ubajara - CE



 

ILHA GRANDE

Um cenário único no mundo não poderia ficar sem proteção. A proteção da região está ligada à longa luta pela preservação de áreas do Rio Paraná, anteriormente afetado pelo Lago de Itaipu que acabou com as Sete Quedas. Ainda que na teoria, ela chegou e se faz mais do que necessária onde se encontram espécies ameaçadas de extinção e um ecossistema especial.

Os 78.875 hectares do Parque Nacional da Ilha Grande estão inseridos no complexo ecossistema que integra o Corredor de Biodiversidade do Rio Paraná. Foi criado em 1997 a partir de um projeto do Instituto Ambiental do Paraná, desenvolvido pelo Ibama e pelos municípios integrantes do Consórcio Intermunicipal para a Conservação do Rio Paraná e Áreas de Influência (Coripa).
Endereço para contato: Rua Nicanor dos Santos Silva, s/n, Porto Figueira, Vila Alta - PR CEP 87528-000 tel: (44) 975.0542

LOCALIZAÇÃO
O Parque Nacional da Ilha Grande está localizado no oeste do Paraná, na divisa com o Mato Grosso do Sul. Pertence aos municípios de Vila Alta, São Jorge do Patrocínio, Altônia e Icaraíma, todos no Paraná, e Mundo Novo, Eldorado, Naviraí e Itaquiraí, no Mato Grosso do Sul.
Para chegar até lá, a partir de Curitiba (PR), seguir pela BR-277 até Cascavel e depois, por mais 250km em estradas estaduais até Vila Alta, ao distrito de Porto Figueiro, onde está a entrada do parque. A partir de Campo Grande (MS), o acesso é via Dourados e Naviraí, com trechos de terra.

CLIMA
O clima da região é tropical quente e o período mais seco vai de maio a setembro.

ASPECTOS NATURAIS
A região é o último trecho livre de represamento do Rio Paraná e apresenta um cenário dominado por lagos, lagoas e cerca de 300 ilhas e ilhotas, entre as quais Pacú, Peruzzi, Gaivotas, Tucano, Pavão, Capivara, São Francisco, Saraiva, Volta Redonda, Isabel, Ilha Joel, Major Valença e a própria Ilha Grande. A lagoa mais importante é a Saraiva.
O relevo é plano e a vegetação, rasteira, havendo a presença de figueiras, ingás e paus-d`alho. A fauna diversificada apresenta aves, como o colhereiro, o mutume e o jaburu; mamíferos como a onça-pintada, o tamanduá-bandeira e a anta, e répteis como o ameaçado jacaré-do-papo-amarelo. Além disso, suas águas estão repletas de peixes, como o jaú, dourado e pacu.

ATRAÇÕES
A maior atração é o próprio cenário, de beleza incrível, formado por lagoas, várzes e ilhas. Nessas ilhas é possível observar uma rica biodiversidade. O parque não está aberto à visitação, mas é possível conhecer a região ao seu redor. O local é uma boa opção para a observação de pássaros.

INFRA-ESTRUTURA
A única infra-estrutura presente no parque é uma sede provisória em Porto Figueira, distrito de Vila Alta, com alojamento para pesquisadores. Em Porto Figueira há um hotel de emergência e camping. Em Vila Alta, a 20km do parque, e Umuarama, a 105km, existem hotéis bem equipados.

 

www.amadeusturismo.com.br     -     Todos os direitos reservados