Parques  Nacionais

  Abrolhos
  Amazônia - PA/AM
  Aparados da Serra
  Araguaia - GO
  Brasília - DF
  Cabo Orange - AP
  Chapada dos Guimarães
  Chapada dos Veadeiros
  Emas - GO
  Fernando de Noronha
  Grande Sertão Veredas
  Iguaçu
  Ilha Grande
  Itatiaia - RJ/MG
  Jaú - AM
  Lagoa do Peixe - RS
  Lençóis Maranhenses
  Monte Pascoal
  Monte Roraima - RR
  Pacaás Novos - RO
  Pantanal M.
  Pico da Neblina - AM
  São Joaquim - SC
  Serra da Bocaina
  Serra da Canastra - MG
  Serra da Capivara - PI
  Serra do Caparaó
  Serra do Cipó - MG
  Serra do Divisor - AC
  Serra do Superaqui - PR
  Serra dos Órgãos - RJ
  Sete Cidades - PI
  Tijuca - RJ
  Ubajara - CE



 

CHAPADA DIAMANTINA

A famosa música de Sá e Guarabira seria perfeita se estivesse no passado. O sertão baiano já foi mar, há mais de 600 milhões de anos. A velha imagem do sertão é bem diferente nestas terras que um dia estiveram forradas de pedras preciosas. A diversidade de paisagens deslumbrantes presentes em um mesmo lugar impressiona: grutas, cachoeiras, morros exuberantes, além de cidades históricas fazem da Chapada Diamantina um dos destinos mais originais do Brasil.

A Chapada Diamantina foi um importante centro econômico da Bahia durante o ciclo de diamantes. Após décadas de exploração e com o esgotamento das jazidas, a região caiu no abandono até ser descoberta como um paraíso ecológico. Para proteger essa área de relevo montanhoso, repleta de cachoeiras, rios e grutas foi criado o Parque Nacional da Chapada Diamantina em 1985, com 152.000 hectares.

LOCALIZAÇÃO
O Parque Nacional da Chapada Diamantina localiza-se no centro da Bahia, pertencendo aos municípios de Lençóis, Andaraí, Palmeiras, Mucugê e Ibicoara.
Para chegar até lá, pegue a BR-242 através da BR-116. Siga até Lençóis, cidade com melhor infra-estrutura. Nela também há um aeroporto que recebe vôos de São Paulo, Brasília, Salvador e Barreiras.
Endereço para contato: Rua Rui Barbosa, 7, Palmeiras - BA
CEP 46930-000 tel: (75) 332-2229

CLIMA
O clima da região é tropical, com temperatura média anual entre 22°C e 24°C. O parque pode ser visitado o ano todo. O período mais seco vai de agosto a outubro. Durante o verão chove mais e as cachoeiras ficam mais cheias.

ASPECTOS NATURAIS
O relevo montanhoso apresenta formações características de chapadas, abrangendo a Serra do Sincorá, com altitudes variando de 400m a 1400m. Essa diferença de altitude contribui para a biodiversidade da região, incrementada por um microclima de temperaturas agradáveis. Diversos cursos d`água atravessam esse cenário criando saltos e cachoeiras.
A vegetação do parque dividi-se em campos rupestres, campos gerais e densas matas de galeria. As espécies mais encontradas são a unha-de-vaca, o gravatá-de-cacho, orquídeas e bromélias.
Entre os animais, encontramos o quati, a cotia, a capivara, a onça-pintada e a suçuarana, além de répteis como a jibóia e a sucuri. Diversas aves habitam a região: periquitos, curiós e araras.

ATRAÇÕES
Difícil mesmo é arrumar tempo para conhecer todas as atrações do parque. Cachoeiras de todos os tipos estão dentro de seus limites, inclusive a impressionante Cachoeira da Fumaça, que despenca de um paredão de 400m de altura. Para chegar até seu poço e depois subi-lá, há um trekking de 3 dias. Aqui também está uma das caminhadas mais bonitas do país, o trekking do Vale do Pati.
Algumas atrações ficam fora dos limites do parque, mas são imperdíveis. O cartão postal da região é o Poço Encantado, uma gruta com um lago azul. Poço Azul, Gruta da Pratinha, Gruta Azul são similares. Gruta do Lapão e Gruta da Lapa Doce apresentam formações interessantes.
Para apreciar a paisagem fantástica da Chapada, o melhor ponto é o Morro do Pai Inácio, com 1120m. A diversidade é tanta, que há até um pantanal, o Marimbus, com locais para banho e pesca.
Vale a pena visitar as cidades de Lençóis, Mucugê e Igatu para conhecer um pouco mais sobre a história e o povo da região.

INFRA-ESTRUTURA
Lençóis é a cidade com melhor infra-estrutura, possuindo hotéis, pousadas, campings, restaurantes, lojas, além de agências que organizam os passeios. Para quase todos os passeios é preciso contratar um guia, ou em uma das agências ou um guia local independente.
Igatu, Mucugê e Andaraí são cidades menores, mas com algumas opções de hospedagem.

 

www.amadeusturismo.com.br     -     Todos os direitos reservados