Parques  Nacionais

  Amazônia - PA/AM
  Aparados da Serra
  Araguaia - GO
  Brasília - DF
  Cabo Orange - AP
  Chapada Diamantina
  Chapada dos Guimarães
  Chapada dos Veadeiros
  Emas - GO
  Fernando de Noronha
  Grande Sertão Veredas
  Iguaçu
  Ilha Grande
  Itatiaia - RJ/MG
  Jaú - AM
  Lagoa do Peixe - RS
  Lençóis Maranhenses
  Monte Pascoal
  Monte Roraima - RR
  Pacaás Novos - RO
  Pantanal M.
  Pico da Neblina - AM
  São Joaquim - SC
  Serra da Bocaina
  Serra da Canastra - MG
  Serra da Capivara - PI
  Serra do Caparaó
  Serra do Cipó - MG
  Serra do Divisor - AC
  Serra do Superaqui - PR
  Serra dos Órgãos - RJ
  Sete Cidades - PI
  Tijuca - RJ
  Ubajara - CE



 

ABROLHOS

Parque Nacional Marinho dos Abrolhos (BA)

Os antigos navegantes alertavam as embarcações que rumavam para esta parte da costa baiana: "Abra os olhos!". Eles referiam-se aos perigos encobertos pelas águas tranqüilas e azuis da região: as incríveis formações de corais. Alguns navios não conseguiram escapar e hoje fazem parte de um cenário deslumbrante de corais, moluscos e peixes, uma grande atração para mergulhadores. Fora os mergulhadores, essas águas recebem outros visitantes muito especiais. Todo inverno as baleias jubarte migram da Antártida em busca de um lugar seguro para procriar e amamentar os filhotes.

Os 91.300 hectares do Parque Nacional Marinho de Abrolhos abrigam o arquipélago formado por cinco ilhotas vulcânicas: Santa Bárbara, Sueste, Redonda, Guarita e Siriba. Devido à riqueza das águas da região, donas de uma rica fauna e exclusivas formações de corais, em 1983 foi criado o parque nacional. Mas a efetiva preservação deste santuário só foi possível pelo difícil acesso.
Endereço para contato: Praia do Kitongo, s/n, Caravelas - BA CEP 45900-000 tel: (73) 297-1111

LOCALIZAÇÃO
O arquipélago se localiza no litoral sul da Bahia, a 70km dos município de Alcobaça e Caravelas. Para chegar até lá, lanchas e escunas autorizadas pelo Ibama partem de Caravelas, Alcobaça, Prado e Nova Viçosa, realizando a viagem em aproximadamente 6 horas.

CLIMA
O clima da região é tropical semi-úmido, com temperatura média anual entre 24,5°C e 27°C. As visitas ao parque podem ser feitas durante todo o ano. No verão, a visibilidade das águas é ainda maior, ideal para a prática do mergulho. Quem quiser acompanhar o espetáculo das baleias jubarte, deve ir para lá no inverno, entre agosto e novembro.

ASPECTOS NATURAIS
As ilhas que formam o arquipélago de Abrolhos surgiram do derramamento de lavas vulcânicas há mais de 50 milhões de anos. Elas abrigam ao seu redor formações de recifes de corais raras e belas. Uma delas, exclusiva da região, é conhecida como cérebro. No complexo coralíneo mais importante do Atlântico Sul, vivem 160 espécies de peixes tropicais, moluscos, crustáceos e tartarugas marinhas. Essa riqueza de alimento subaquático atrai diversas aves migratórias, como o benedito, o atobá e a fragata.

ATRAÇÕES
As águas claras do parque chegam a ter 30m de visibilidade, tornando o local um dos principais pontos de mergulho do Brasil. O cenário marinho conta com centenas de espécies de peixes tropicais, moluscos, crustáceos, formações de corais incríveis, além do Rosalina, um cargueiro italiano naufragado em 1.939. De agosto a novembro, as águas quentes e calmas de Abrolhos recebem as baleias jubarte, que migram da Antártida. Há a possibilidade de fazer uma caminhada por uma trilha na Ilha Siriba, para conhecer o ecossistema local com o acompanhamento de técnicos do Ibama.

INFRA-ESTRUTURA
As visitas ao arquipélago só podem ser feitas nas lanchas e escunas do Ibama. Não é permitido permanecer nas ilhas, onde há apenas uma base da marinha. Para pernoitar no local, só mesmo nas escunas, que fornecem alimentação completa e equipamentos para a prática dos mergulhos livre e autônomo. Na costa baiana, as cidades de Alcobaça, Prado e Caravelas possuem infra-estrutura simples de hotéis, pousadas e restaurantes.


Contatos
Tel. (73) 297-1111
Praia do Kitongo, s/n, Caravelas - BA
CEP: 45900-000

 

www.amadeusturismo.com.br     -     Todos os direitos reservados